20 de Fevereiro, 2021

Implanto-refractiva por Andreia Rosa e Pedro Gil

Implanto-refractiva por Andreia Rosa*(coordenadora do Grupo de Implanto-refrativa) e Pedro Gil**

Multifocal and Extended Depth-of-Focus IntraocularLenses in 2020

Escolhemos este artigo porque sistematiza as chamadas lentes premium, um grupo crescente (pelo menos 70!) com propriedades que se sobrepõem. Organiza as lentes de acordo com o princípio ótico subjacente ao seu desenho (refrativas, difrativas, acomodativas e depequena abertura) e de acordo com o resultado que proporcionam (monofocal, foco estendido e multifocal).O artigo realça ainda a novidade do ano, as lentes“enhanced monofocal/monofocal plus”, como a Vivity daAlcon, a Eyhance da Johnson & Johnson e a Isopure, da Physiol. Esta nova geração de lentes irá certamente continuar a crescer e a acompanhar-nos durante o anode 2021 com mais modelos e mais resultados clínicos.Artigo disponível aqui.

Intraocular lens (IOL) implantation in the absenceof capsular support: Scleral-fixated versusRetropupillary iris-claw IOLs

O envelhecimento da população e a elevada prevalência de pseudoexfoliação continuam a tornar a ausência/instabilidade de suporte capsularem doentes pseudofáquicos e afáquicos um problema frequente e mais ou menos transversal a todos os serviços/cirurgiões. Este artigo faz uma revisão sistemática de 87 publicações com mais de 5mil olhos e mostra que os resultados são sobreponíveis entre a suspensão escleral e as lentes de fixação retropupilar, embora refira a maior facilidade técnica das lentes com fixação à íris. Apesar de não ser uma conclusão surpreendente, é uma revisão interessante e que traz finalmente algum nível de evidência a uma discussão que tem sido frequente nos últimos anos. Artigo disponível aqui.

* Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra; Unidade de Oftalmologia de Coimbra; Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra

** Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Central; Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra