8 de Novembro, 2021

O meu Pai tem glaucoma. Devo preocupar-me?

Ouvir o Programa no site da TSF
Médico Oftalmologista: Sérgio Estrela

Se temos familiares com glaucoma, devemos ficar ainda mais atentos e vigilantes a esta doença. O oftalmologista Sérgio Estrela explica que o ideal é marcar uma consulta, pelo menos uma vez por ano:

O glaucoma é uma doença multifatorial, com vários fatores de risco identificados. Um desses fatores é a presença de histórico familiar de glaucoma na família. Sabemos que a probabilidade de virmos a desenvolver glaucoma quando temos um familiar próximo com glaucoma é dez vezes maior. Nesses casos, não é preciso ficar preocupado, devemos sim, é ser vigilantes.

Vigilantes como? Devemos ser vigiados, anualmente numa consulta de oftalmologia, onde deve haver um rastreio da presença do glaucoma por parte do seu oftalmologista. Porque se a doença é diagnosticada precocemente, temos oportunidade de iniciar logo o tratamento antes de haver dano do nervo ótico, e assim preservar uma boa visão a longo prazo.

No programa de amanhã ficamos a saber mais sobre glaucoma.

Com o apoio da Sociedade Portuguesa de Oftalmologia.