4 de Outubro, 2021

O meu filho tem miopia: que posso esperar?

Ouvir o Programa no site da TSF
Médico Oftalmologista: Paulo Freitas da Costa

É um problema comum com forte impacto no desempenho escolar das crianças. A miopia deve ser detetada o quanto antes e corrigida, como explica o oftalmologista Paulo Freitas da Costa:

A miopia é um erro de focagem para longe, que se põe muito em evidência na idade escolar, porque os miúdos não conseguem focar para longe, para o que professora está a escrever no quadro ou a projetar, e como tal, tem influência no rendimento escolar da criança.

Portanto tem que ser detetado, e muitas vezes rastreado porque as crianças pequenas não se apercebem que têm uma anomalia e não se vão queixar. E nós temos que estar em cima do acontecimento e detetar para poder receitar uns óculos, porque é com os óculos que nós corrigimos a capacidade de focar, e que conseguimos dar uma visão plena àquela criança.

A pergunta que normalmente sucede é: como é que vai evoluir? A miopia, dependendo de fatores individuais, vai aumentando com o crescimento, mas nós vamos corrigindo de acordo com o crescimento. Essa influência individual, essa genética também é moldada por fatores ambientais. Sabemos que temos um efeito benéfico da exposição solar, portanto atividades ao ar livre com exposição solar são benéficas para o crescimento harmonioso do olho, e pelo contrário, o excesso de tempo na focagem de perto nos tablets, telemóveis, a focagem excessiva para perto tem um efeito algo negativo no crescimento do olho e na evolução da miopia.

É importante o seguimento anual, e a correção neste caso nas crianças mais pequenas com os óculos para um bom desenvolvimento visual da criança.

No programa de amanhã vamos perceber se as crianças que usam óculos devem ou não sentar-se à frente na sala de aula.