Setembro 21, 2021

Comunicado Conjunto da SPO e do Colégio de Oftalmologia da OM

COMUNICADO CONJUNTO

SOCIEDADE PORTUGUESA DE OFTALMOLOGIA

COLÉGIO DE OFTALMOLOGIA DA ORDEM DOS MÉDICOS

A Sociedade Portuguesa de Oftalmologia (SPO) e o Colégio da Especialidade de Oftalmologia da Ordem dos Médicos (CEOOM) receberam com preocupação a nova tabela da ADSE, uma vez que a mesma está a implicar adiamentos de intervenções, restrições com tecnologias, fármacos e dispositivos médicos.

Reconhecendo a necessidade de ser assegurada a sustentabilidade financeira da ADSE a longo prazo – e o esforço que tem sido feito nesse sentido pela sua direção – e sublinhando a imperiosa necessidade de assegurar o superior interesse dos beneficiários da ADSE, permitindo-lhes que continuem a ter acesso a cuidados médicos com níveis de excelência, a SPO e o Colégio de Oftalmologia da Ordem dos Médicos não podem, no entanto, deixar de salientar que os cancelamentos e dificuldades condicionam de forma grave o acesso dos beneficiários a cuidados médicos que necessitam, sugerindo-se a introdução de alterações que possibilitem a inexistência de restrições em tecnologias e fármacos mais recentes possibilitando os melhores cuidados aos doentes.

Assim, a Sociedade Portuguesa de Oftalmologia e o Colégio de Oftalmologia da Ordem dos Médicos – que reúnem as competências e as pessoas certas para aconselhar e ajudar a avaliar a complexidade dos atos médicos e respetivos custos associados – manifestam a sua total disponibilidade para colaborar num processo de diálogo que permita melhorar, no superior interesse dos beneficiários, a tabela da ADSE na área da Oftalmologia, congratulando-se, desde já, com a abertura expressa da ADSE para poder corrigir, com celeridade, algumas  restrições da tabela.